O clássico hino “Children of the Wild” de Steve Angello e Mako tem agora 3 anos, tendo sido lançado no dia 1 de julho de 2015.

Parece que foi ontem que os Swedish House Mafia anunciaram que se iam separar e deram o seu último concerto no Ultra Miami 2013, que, como agora sabemos, foi o penúltimo concerto e não o último (por agora). Após o fim dos Swedish House Mafia, Axwell anunciou que iria juntar forças com Sebastian Ingrosso, formando assim os Axwell /\ Ingrosso. Isto significou que Steve Angello voltou a ser um artista a solo.

Após isto, Steve começou uma jornada na qual ele jurou voltar ao básico, e descobrir mais uma vez a verdadeira essência da música. Esta jornada levou ao lançamento da “Children of The Wild”, e o consequente álbum no qual a faixa está incluída, “Wild Youth”.

Para o agora clássico intemporal, Angello juntou forças com o duo americano Mako, que já havia causado furor no mundo da música eletrónica devido às suas faixas assustadoramente arrepiantes e à elevada qualidade destas. Faixas como “Our Story”, “Ghosts” e “Smoke Filled Room” garantiram aos Mako o apoio de DJs como Sander Van Doorn, Avicii e DubVision.

A competência musical dos Mako, juntamente com a magia de Angello, fez com que “Children of The Wild” se tornasse numa faixa de outro mundo.

A música começa com uns synths distorcidos e os vocais fantásticos dos Mako. Adiciona-se a percussão, vocais de um coro de crianças e uma melodia que fica no ouvido, e o resultado é uma faixa que essencialmente é um hino à liberdade e ao espírito rebelde das crianças. Até o vídeo – uma verdadeira obra de arte dirigida pelo diretor francês Guillaume Panariello  – demonstra isso mesmo; e Steve até doou todas as receitas que a faixa fez no Spotify para a organização Save The Children.

Podes ouvir a faixa e ver o vídeo no link abaixo.

Visita também o website da Save The Children para saberes mais sobre a causa deles, e considera fazer uma doação para ajudar milhares de crianças em necessidade pelo mundo fora.

About The Author

I like cars and dance music.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.