Larry Harvey, um dos co-fundadores do lendário festival Burning Man, faleceu no passado dia 28 de Abril. Após sofrer um AVC no início do mês, Larry foi hospitalizado. Era esperada uma recuperação rápida, mas infelizmente Larry não resistiu e morreu pacificamente rodeado pela sua família e amigos na sua casa em São Francisco, Califórnia. Larry tinha 70 anos.

O Burning Man foi fundado em 1986; Larry Harvey fez uma escultura de madeira de um homem e depois queimou-a. Foi um sucesso, e então a escultura foi aumentando a cada ano, e Larry foi queimando-a sempre. Em 1990, devido a Larry não ter a licença adequada, a polícia proibiu-o de queimar a escultura. Larry foi para o deserto de Black Rock, queimou a escultura lá, e desde então que o festival se realiza lá, crescendo exponencialmente a cada ano, sendo hoje um dos festivais mais emblemáticos e únicos no planeta.

Em declarações ao website oficial do Burning Man, Marian Goodell, presidente executiva e membro da administração do festival, afirmou que

Larry was never one for labels. He didn’t fit a mold; he broke it with the way he lived his life. He was…a landscape gardener, a philosopher, a visionary…a writer, an inspiration, an instigator, a mentor, and at one point a taxi driver and a bike messenger.” 

A edição de 2018 irá avante como planeado, desde o dia 26 de Agosto até ao dia 3 de Setembro.

About The Author

Staff

All of the article posted with this account are written by contributes and guest writers, If you wish to see your article featured email us at info@widefuture.com with the header "Guest Writer"

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.