Ultimamente temos ouvido falar da compra de seguidores falsos nas redes sociais, os chamados “bots”.
Infelizmente os efeitos deste fenómeno não são os melhores e é por isso que as agências de segurança procuram uma solução, pois tal acontecimento pode trazer consequências para quem os utiliza.

Numa noticia escrita pelo New York Times, uma das empresas acusadas de praticar esta fraude é a Devumi, empresa essa que tem “clientes” como os DJs 3LAU e DJ Snake.

Após confrontado com esta afirmação, 3lau assume que a compra de seguidores foi feita por um antigo membro da sua equipa, sem o seu conhecimento. Já DJ Snake diz ter sido o seu antigo manager a tratar das suas redes socias, o que indica que também ele não tinha conhecimento de tal ter acontecido.

Isto demonstra que qualquer pessoa pode comprar seguidores em nome de outra, o que prova que é algo bastante perigoso se cair nas mãos erradas.
Com a compra de seguidores, os “compradores” beneficiam de privilégios que alguém com um menor numero de seguidores pode não ter acesso, sendo também uma questão de injustiça, neste caso no mundo da música.

Esperemos que brevemente possa ser encontrada uma solução para que tal não aconteça e não prejudique artistas de renome como os dois anteriores.

A noticia completa pode ser lida aqui.

About The Author

writter

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.