Depois de “Hardwell and Friends VOL. 1” e 2, aqui está o terceiro EP!
Ele foi estreado há uma semana, na edição especial do Hardwell On Air 350.

O EP é composto por 5 músicas:

Hardwell & Timmy Trumpet – The Underground

É a primeira vez que o Hardwell e o TImmy Trumpet estão a colaborar e, eu tenho de dizer, a música está brutal! Tem muitas influências de psy trance mais melodias de big room e, no break, um pouco de trap. Estas três coisas juntas fazem desta música única e soberba.

Hardwell & Quintino – Woest

Depois de “Scorpion”, “Baldadig” e o remix da Mi Gente, aqui está a quarta música entre Hardwell e Quintino (a “Scorpion” é uma faixa do Quitino mas a versão que foi lançada foi um edit do Hardwell e o remix da Mi Gente foi um remix com as vocals e leads da “Baldadig”). Portanto, podemos dizer que é a apenas a segunda colaboração entre os dois artistas. A música tem bastantes sons Holandeses, incluindo o nome: woest significa feroz e baldadig significa barulhento.

Hardwell & SICK INDIVIDUALS – Get Low

Todos os fãs da Revealed Rec. estavam à espera desta! A música foi estreada pela primeira vez no set do Hardwell no Ultra Europe no ano passado, quando o DJ holandês trouxe ao palco os Sick Individuals no meio do seu set, e desde aí houve cada vez mais gente a querer ouvir a música.

Hardwell x Jewelz & Sparks – Safari

Para muitos fãs, esta é a melhor música do EP, porque é algo fora da caixa dentro dos géneros que o Hardwell costuma produzir, é algo diferente, mas que soa muito bem. A música tem muitas influências dos Jewelz & Sparks, como por exemplo o break e os sons de house no drop.

Hardwell & Dr Phunk feat. Jantine – Take Us Down (Feeding Our Hunger)

Aqui está o seguimento da “Here Once Again”! A tão esperada segunda collab entre Hardwell e Dr Phunk. O Hardwell já tinha dito que este ano ia apostar em hardstyle na sua label, tal como no ano passado, ou talvez ainda mais, e uma das evidências é esta, a primeira música de hardstyle da Revealed este ano.
De mencionar também o facto de as vocais da Jantine ficarem bastante bem na música, o que faz com que esta soe ainda melhor!

Retrospetiva: Este EP, dos três, é o que contem sons mais agressivos.
O Hardwell neste não apostou em Progressive House, mas apesar disso este não deixa de ser um EP com muita variedade no que toca aos géneros das músicas.

Podes ouvir o EP todo em baixo:

About The Author

Staff

All of the article posted with this account are written by contributes and guest writers, If you wish to see your article featured email us at info@widefuture.com with the header "Guest Writer"

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.