Sander Van Doorn é um artista muito bem respeitado na indústria da música eletrónica, conta com mais de 10 anos de carreira e alguns temas de enorme qualidade, que é o caso dos seguintes clássicos: o mítico “Koko”, o progressive house de “Drink To Get Drunk”, “Riff”, entre muitos outros.
Este produtor foi bastante influente durante a fase de ascensão da música eletrónica, não só como Sander Van Doorn mas também como Purple Haze, que é o nome artístico do segundo projeto deste artista. Nos últimos anos, Sander Van Doorn apostou maioritariamente nos géneros progressive e electro house, e agora, com o ressurgimento de Purple Haze, o produtor holandês regressa às suas origens, aos géneros que o catapultaram para o sucesso.

Após 6 anos ao lançamento do último álbum “Eleve11” como Sander Van Doorn, o DJ e produtor holandês decide lançar um novo álbum “SPECTRVM”, desta vez como Purple Haze (projeto que ganhou novamente vida também após 6 anos). O álbum é composto por 13 músicas e apresenta uma fusão de diversos géneros musicais, tais como: trance, techno, electro e progressive house. Os sons “Neiloj” e “Contrast”, que foram lançados como singles (antes do lançamento do álbum), juntamente com “Phaedra” e o remix da faixa “Roundabout”, fazem com que o ouvinte se sinta num ambiente completamente energético e underground. Os temas “Plum”, “Out Here” e “Prysm (Eyes Wide Open)” têm menor ritmo que o restante álbum devido a serem composições extremamente melódicas, com baixíssima presença de sons graves. A música “Fall In”, produzida com James New, apresenta um som progressivo acompanhado pelo acústico da viola, o que torna este tema um pouco mais comercial. A grande colaboração deste álbum e, consecutivamente, uma das faixas que merece um maior destaque, é o tema “Light Me Up” (com Aaron Bonus e Justin Grammella), que conta com uma melodia de trance cativante e quebras fantásticas em torno da voz gloriosa. As restantes músicas: “SPECTRVM”, “Kill Kitten”, “Choir 1.0” (um dos singles) e “Historia” são faixas simplesmente estrondosas, e que fazem parte do melhor que o progressive trance apresenta neste momento.

O tão esperado álbum “SPECTRVM” foi lançado no dia 9 de Outubro pela editora Doorn Records (que é a editora de Sander Van Doorn). Purple Haze voltou mais forte que nunca, com uma série de melodias eufóricas capazes de conquistar milhares de novos fãs em todo o mundo!

Escrito por: Jorge Azevedo

Leave a Reply

Your email address will not be published.