Gouryella, um dos projetos mais míticos da história da música eletrónica, nomeadamente do Trance, nasceu há quase 20 anos atrás, e o seu impacto neste mundo foi bastante importante. De facto, na linguagem aborígene Australiana Gouryella significa “céu”, e não há dúvidas nenhumas que as suas produções nos conseguem levar a um estado de consciência tão profundo que quase nos sentimos mesmo a levitar em direção a ele!

Ao início Gouryella era uma colaboração entre Ferry Corsten e Tiësto, lançando o seu primeiro single em 1999 chamado “Gouryella”, “Walhalla” no mesmo ano, e ainda “Tenshi” em 2000. Pouco depois Tiësto decidiu abandonar o projeto alegando que não conseguia ter tempo suficiente entre atuações, viagens e a sua carreira a solo para dar continuidade ao projeto e passar tempo com Ferry para produzir. Isto fez com que Ferry Corsten ficasse com o destino de Gouryella nas suas mãos.

Já com um enorme impacto causado na história do Trance, levando milhões de fãs a adorar as emoções incutidas nas músicas e inspirando bastantes produtores a criarem faixas como estas onde é notória toda a dedicação imposta para transmitir uma história e sentimentos nas faixas, Ferry decidiu não deixar morrer Gouryella e tomou a decisão de continuar a solo com este projeto.
Antes de uma paragem de 13 anos, lançou o último single em 2002 chamado “Ligaya”, colaborando com John Ewbank.

Com o passar dos anos a vontade dos fãs para que Gouryella regressasse foi aumentando, havendo vários rumores de um possível regresso mas só em 2015 é que Ferry Corsten reavivou este seu alias. Justificando isto à Fuse com o facto de estar farto de assistir ao que se passava na scene com o típico “Put your hands up, put your fucking hands up!”, Ferry disse que “queria trazer de volta o velho sentimento e emoção do tipo de coisas do virar do século.”, achando que seria o momento certo.
E foi mesmo! “Anahera” foi a faixa mais vendida do Beatport em 2015 e foi eleita pelos ouvintes do A State Of Trance como a faixa do ano.

Não deixando o projeto para trás, Ferry Corsten lançou em 2016 o single “Neba” e em 2017 “Venera (Vee’s Theme)”, levando ainda Gouryella do estúdio para os palcos com 2 espetáculos na Austrália em Março de 2016, que levaram a que Gouryella Live pudesse ser apresentado também em festivais ao longo do mundo como o EDC Las Vegas, Tomorrowland e Ultra Europa.

Num documentário disponibilizado agora no YouTube podes descobrir ainda melhor a história por detrás de Gouryella, onde grandes figuras da indústria como Armin van Buuren, Paul Oakenfold, Cosmic Gate, Markus Schulz, Above & Beyond e Aly & Fila acompanham a linha de tempo desta narrativa e o impacto que as músicas tiveram nos milhões de fãs em todo o mundo ao longo destas quase 2 décadas!

Vê agora o “Gouryella – From The Heavens”!

About The Author

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.